Briga de casal termina com prisão e tiro de borracha em Jardim

Últimas Notícias

Denúncia de violência doméstica acabou em confusão em um clube de Jardim, neste domingo (14). Para conter o suspeito do crime e a irmã dele, que reagiu a abordagem, os policiais chegaram a efetuar disparos com balas de elastômero.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da cidade na tarde de ontem. Conforme a polícia, as equipes foram chamadas por pessoas que estavam no clube depois que o suspeito, de 37 anos, discutiu e empurrou a mulher. Quando os policiais chegaram, o homem negou as agressões, mas começou a ameaçar uma das testemunhas que estava no local.

O alvo dos ataques, um homem de 37 anos, relatou que o autor fez ameaças e até tentou quebrar os vidros do seu carro antes dos militares chegarem. Os policiais então abordaram o suspeito, pediram seus documentos e que ele fosse até a delegacia esclarecer os fatos. Ele se negou e por isso recebeu voz de prisão por desacato.

Nervoso, o suspeito reagiu e precisou ser contido. Enquanto as equipes tentavam imobilizar o suspeito, a irmã dele, de 42 anos, partiu para cima dos policiais. Com socos e chutes, ela agrediu os militares na tentativa de impedir a prisão.

No meio da confusão, os militares dispararam tiros de borracha contra os irmãos. O homem foi atingido nas costas e a mulher na perna. Depois disso, os dois foram detidos e levados para a delegacia, onde acabaram iniciados por ameaça, resistência e desacato. O caso agora é investigado pela Polícia Civil.

Notícias Relacionadas

Táxi roubado em Bonito é localizado em aldeia de Miranda e suspeito identificado

Em menos de 24 horas as forças policiais de Mato Grosso do Sul localizaram o táxi roubado em Bonito...