Durante fiscalização, PMA flagra pescador usando tarrafa no Rio Apa

Últimas Notícias

As fiscalizações nos rios de Mato Grosso do Sul durante o período de piracema continuam e nesta quinta-feira (18) policiais militares ambientais flagraram pescadores usando tarrafas no lado paraguaio do Rio Apa, na região de Bela Vista. Durante o Carnaval várias apreensões foram realizadas na fronteira e também no Rio Paraguai, que está na temporada de pesque-solte.

Segundo a PMA, o Apa é um rio piscoso na fronteira com o Paraguai e envolve atenção especial da fiscalização por ainda está com pouca água, o que deixa os cardumes mais vulneráveis.

Nesta quinta-feira, a equipe avistou um pescador no lado paraguaio pescando com uma tarrafa. Ele estava acompanhado de dois homens, e ao verem a fiscalização abandonaram o petrecho ilegal e fugiu pela barranca do rio no território do país vizinho. A tarrafa e mais cinco anzóis de galho (petrechos proibidos) que o trio iria armar foram apreendidos.

Durante o patrulhamento os policiais ainda cortaram mais 11 anzóis de galho que estavam armados no rio. Conforme a PMA, a presença constante de equipes nessa região é fundamental para evitar a pesca predatória, mesmo com dificuldades de se efetuar prisões devido à facilidade de fuga em território paraguaio.

Na terça-feira, dia 16, os policiais retiraram do rio Paraguai e do Apa e cinco cordas de espinheis com 20 anzóis cada uma e mais 19 anzóis de galho que estavam armados nos cursos d’água. Na mesma data sete embarcações de turismo pesqueiro e pequenas embarcações com turistas, em um total de 25 pescadores, foram alvo de fiscalização do pesque-solte no leito do rio Paraguai. Todos pescavam regularmente.

Notícias Relacionadas

Táxi roubado em Bonito é localizado em aldeia de Miranda e suspeito identificado

Em menos de 24 horas as forças policiais de Mato Grosso do Sul localizaram o táxi roubado em Bonito...