Porto Murtinho terá mapa de desenvolvimento para auxiliar quem quiser empreender

Últimas Notícias

A Prefeitura Municipal de Porto Murtinho e o Sebrae/MS formalizaram, nesta segunda-feira (17), o contrato para a execução do programa Cidade Empreendedora, que objetiva promover a transformação da economia e impulsionar o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios, principalmente agora, com a construção da ponte internacional que liga o município a cidade paraguaia de Carmelo Peralta.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS e titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck destacou que o Sebrae já realizou visitas a 200 estabelecimentos comerciais de Porto Murtinho para fazer um diagnóstico do setor, desde quem são os fornecedores, perfil dos clientes, demandas do mercado.

“Através das consultorias, o Sebrae ajuda o empresário a identificar os problemas do seu estabelecimento, bem como as oportunidades, por isso também estamos fazendo um mapa de desenvolvimento, para que as pessoas vejam as demandas existentes no município e possam empreender”, destaca o Verruck.

Ele também acrescentou que o programa vai capacitar o moradores da cidade para trabalhar no obra da ponte e que o município precisa desenvolver para não ser apenas um local de passagem dos usuários da rota biocêanica. “Nós precisamos que Porto Murtinho se torne um local de parada dos usuários da ponte, não apenas de passagem. Para que a cidade seja beneficiada com a rota, o visitante precisa parar aqui, gastar aqui e para isso precisamos desenvolver e oferecer opções que chamem atenção desse público”.

Um dos exemplo é o local onde foi realizada a cerimônia de lançamento do programa. O restaurante Vicari, já em funcionamento é parte do projeto da Mécari Distribuidora, que está investindo R$ 16 milhões na construção de um terminal para estacionamento para rodotrens, com capacidade inicial para 400 caminhões, dobrando na fase seguinte, quando a estrutura vai dispor de hotel com 120 leitos, minishopping e posto de combustível. Situada no km 679 da BR-267, a estação vai regular o fluxo de caminhões aos portos.

Estacionamento para rodotrens em obras, na entrada de Murtinho: atender fluxo de caminhões. Foto: Edemir Rodrigues

O lançamento oficial do programa contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do governador do Alto Paraguay, José Domingo Adorno Mazzacote e do presidente da Itaipu no Paraguai, Manoel Maria Cárceres, além de prefeitos da região sudoeste do Estado.

A iniciativa vem como ferramenta para ajudar a cidade a se estruturar e conseguir atender as novas demandas que irão surgir a partir do funcionamento do corredor rodoviário. A rota vai ligar os oceanos Atlântico e Pacífico e permitir o escoamento da produção para o mercado asiático com competitividade e menor tempo.

Para fortalecer o comércio local, uma das linhas de atuação do Cidade Empreendedora é direcionada para auxiliar e propor soluções ao pequeno empresário que, em Porto Murtinho, representam 83% da densidade empresarial, de acordo com dados da Receita Federal do último ano. Já a outra vertente do programa atua diretamente no âmbito das políticas públicas com a proposta de desburocratizar processos e melhorar o ambiente de negócios.

As duas estratégias juntas vão possibilitar o desenvolvimento local. “O foco principal do programa é o nosso pequeno empresário, são as compras públicas, a desburocratização, a melhoria do ambiente de negócios, gerando o desenvolvimento econômico da cidade. Assim, o Sebrae cumpre a sua missão. Ajuda a fomentar a capacidade empreendedora do município por meio do fortalecimento do pequeno empresário, além de ajudar o poder público, como instrumento de desenvolvimento econômico”, ressaltou Jaime Verruck.

Notícias Relacionadas

Bonito terá ponto de atendimento da Receita Federal a partir de março

A Prefeitura de Bonito firmou acordo de cooperação técnica com a Delegacia da Receita Federal do Brasil em Campo...