Investigado por furto de gado volta para cadeia 4 dias depois de ser liberado

Últimas Notícias

O funcionário de uma fazenda de Jardim, investigado por furtos de gados na região, voltou a ser preso nesta terça-feira (14). Na última sexta-feira, ele foi detido por porte ilegal de arma e manhã de ontem foi alvo de mandado de prisão por tráfico de drogas.

Investigado pela delegacia da cidade por ajudar ladrões de gado, o suspeito foi parar na cadeia por ter ilegalmente uma carabina calibre 22 na semana passada. Ele já era apontado como o responsável por indicar as propriedades rurais de fácil acesso e com pouco controle dos animais a uma quadrilha especializada no furto dos animais, mas mesmo assim, só ficou 24 horas preso.

Apesar de ser colocado em liberdade, ao ser preso por porte ilegal de arma, o funcionário desrespeitou determinações judiciais de um outro processo. Segundo a polícia, ele cumpria pena no regime semiaberto por tráfico de drogas e por isso teve a prisão preventiva novamente decretada.

Nesta manhã, acabou detido e levado ao presídio local. Enquanto os furtos na região são investigados, novas vítimas procuram a delegacia para denunciar a ação dos bandidos.

Depois da prisão do suspeito, outro fazendeiro da região relatou as equipes de investigação que para registrar o sumiço de oito amimais do seu pasto: quatro bezerros machos uma fêmea e três vacas gordas.

Em depoimento, o funcionário da fazenda chegou a confessar os crimes na região e a detalhar o esquema. As informação, no entanto, não fora divulgadas.

Notícias Relacionadas

Táxi roubado em Bonito é localizado em aldeia de Miranda e suspeito identificado

Em menos de 24 horas as forças policiais de Mato Grosso do Sul localizaram o táxi roubado em Bonito...