Governo Federal lança edital para estudo de concessão do Parque Nacional da Serra da Bodoquena

Últimas Notícias

Foram 7 editais para estudos de 8 parques

Foram lançados na última segunda-feira (22) os primeiros editais para a realização de estudos técnicos com o objetivo de subsidiar as concessões de unidades de conservação federais, agenda prioritária do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A ação é fruto de um projeto de cooperação técnica internacional entre Ministério do Turismo (MTur) e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que tem o objetivo de promover o turismo e o patrimônio cultural e natural no Brasil.

Serão desenvolvidos estudos e proposições para concepção de modelagem técnica e operacional, engenharia, arquitetura, assim como de viabilidade econômico-financeira para as concessões. Os estudos serão realizados no prazo de até 120 dias após a assinatura dos contratos.

As unidades de conservação contempladas nos estudos são: Parque Nacional de Lençóis Maranhenses (MA), Parque Nacional de Jericoacoara (CE), Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (MT), Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ), Parque Nacional da Serra da Bodoquena (MS), Parque Nacional de Ubajara (CE), Parque Nacional de Brasília (DF) e Floresta Nacional de Brasília (DF). Nas próximas semanas, serão lançados editais para outros estudos previstos na parceria.

Os interessados poderão ter a acesso às informações no site da UNESCO.

Parque Nacional da Serra da Bodoquena

Com 76.481 hectares que estão divididos em dois fragmentos, um ao norte e outro ao sul, o Parque Nacional da Serra da Bodoquena possui como cenário de fundo uma formação de montanhas de rochas calcárias que a difere das demais montanhas da região. O parque ainda possui áreas compostas campos alagados, cerrados, floresta estacional e o maior trecho de Mata Atlântica do estado de Mato Grosso.

O parque oferece muitos atrativos e um deles é o Rio Perdido, que corta um pedaço da área do parque e que tem esse nome porque percorre alguns trechos se perdendo no meio do caminho, por baixo da rocha e por cavidades naturais, ressurgindo em outro local.

Notícias Relacionadas

Ruas de acesso a balneários de Bodoquena serão pavimentadas

A Prefeitura Municipal de Bodoquena fechou contrato de R$ 895.728,64 para realização de obras de pavimentação, drenagem e sinalização...