Em uma semana, cinco moradores de Bonito procuraram a polícia após caírem em golpes

Últimas Notícias

Cinco casos de estelionato foram registrados em Bonito entre a última quarta-feira (19) e hoje (26). As vítimas são dois homens e três mulheres, com idades entre 26 e 73 anos e somados perderam mais de R$ 24.1 mil. Todos os golpes foram aplicados via celular ou redes sociais.

Conforme registros policiais, o primeiro caso aconteceu no 19 e foi registrado no dia 20, quando um homem de 36 anos, foi vítima de um golpe pela internet e perdeu R$ 2,2 mil ao tentar comprar um moto que estaria na cidade de Anastácio. Ele teria visto o anúncio nas redes sociais, ficou interessado e mandou mensagem, sendo orientado a entrar em contato por um número de celular. Conversou com o suposto vendedor por mensagens e combinou o pagamento por pix em nome de uma mulher. Ao pedir para um amigo retirar o veículo, foi informado pelo verdadeiro proprietário que realmente estava vendendo a moto, porém por R$ 4 mil e que não havia recebido nenhum valor e não iria entregar a moto

No segundo golpe uma mulher de 34 anos perdeu R$ 1 mil ao tentar fazer investimentos em Cripto Moedas. Segundo relatado pela mesma, ela teria visto o anúncio na página do de um amigo e se interessou, entrando em contato através de um link disponibilizado na página. A vítima foi direcionada para outro canal, no qual recebeu um demonstrativo de algumas formas de investimentos. Induzida ao erro, acabou fazendo um pix no valor de R$ 1 mil para uma conta indicada e recebeu outro link para validar a compra, porém ao acessar este link, a sua chave de transação do banco foi travada, o que levantou a suspeita de possível golpe. Ela então entrou em contato com o amigo que confirmou que sua página havia sido invadida.

A terceira vítima foi uma idosa de 73 anos. Ela teria tentando quitar uma dívida em uma empresa que realiza empréstimos a aposentados e pensionistas. Segundo a idosa, ela teria ligado para um telefone que seria da central de atendimentos da empresa e renegociou o  debito no valor de R$ 13,6 mil. A atendente então lhe disse que encaminharia por email os boletos para pagamento. Ela recebeu os boletos e realizou os pagamentos, conforme combinado,  porém após 20 dias descobriu que caiu em um golpe, ao ser informada pela empresa que a mesma não havia recebido nenhum pagamento.

No mesmo dia, outra mulher de 26 anos procurou a Delegacia após perder R$ 597. Ela relatou que trabalha com venda de produtos de beleza e recebeu uma mensagem informando que ela havia ganhado um bônus R$ 2 mil e mais uma maleta de maquiagem, porém para recebê-los teria que fazer um pix no valor indicado. Ela realizou a transferência e horas depois descobriu que era um golpe ao falar com a empresa e ser informada de que a negociação não havia partido deles.

O caso mais recente foi registrado nesta quarta-feira (26), quando um homem de 30 anos tentou realizar a compra de um celular por meio de uma loja virtual e não recebeu o produto. Segundo registro policial, ele teria negociado o produto, no valor de R$ 6,1 mil por mensagens com uma loja online, recebendo inclusive boleto para pagamento de parte do valor e o restante – R$ 3 mil, ele teria passado em pix, por meio de link, porém, ao finalizar o pagamento, não conseguiu mais contato com o vendedor, sendo bloqueado. Ele também localizou outras pessoas dizendo que se tratava de golpe, inclusive outra empresa com o mesmo nome, dizendo que se trata de golpe.

Notícias Relacionadas

Empresário de Bonito morre em acidente com anta na BR-060

O empresário Carlos Dias Miranda, 63 anos, proprietário da Casa do Criador, morreu em acidente na BR-060, próximo a...