Prefeitura e Estado promovem seminário de ação climática no turismo, com certificação de atrativo

Últimas Notícias

A Prefeitura Municipal de Bonito, por meio das Secretarias de Turismo, Indústria e Comércio de Meio Ambiente, em parceria com o Governo do Estado de MS, através da Fundação de Turismo e Green Initiative, realizaram no dia 27 de julho de 2023 o Seminário de Ação Climática no Turismo: Desafios Globais e Oportunidades Locais para a Inovação.

Realizado no Polo de Ecoturismo do SEBRAE, o seminário contou com a participação da coordenadora do Departamento de Desenvolvimento Sustentável do Turismo da Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas (OMT), Virgínia Fernandez Trapa, que reconheceu o trabalho que vem sendo realizado pelo Estado do MS e por Bonito no enfrentamento das questões climáticas, parabenizando as iniciativas do nosso destino de ecoturismo. Além da participação da OMT, o seminário contou com a participação do Oficial do Programa das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas, Daniel Galvan, destacando dessa maneira a importância do trabalho que está sendo realizado em Bonito/MS.

Além da participação de representantes internacionais, o seminário contou com a apresentação institucional do coordenador de Sustentabilidade e Ações Climáticas no Turismo do Ministério do Turismo, Edson Barros e do gerente de Sustentabilidade e Ações Climáticas da EMBRATUR, Saulo Rodrigues Filho que destacaram as políticas públicas que o Governo Federal está planejando referente a agenda climática.

“O reconhecimento do nosso trabalho como referência para o Brasil e o mundo é fruto da parceria do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e da Gestão Municipal” enfatizou Josmail Rodrigues, Prefeito Municipal, sensível às questões ambientais no município onde desenvolve vários projetos de gestão e controle do solo e da água, envolvendo todas as entidades participativas no processo como os produtores rurais e o trade turístico.

A Secretária de Turismo, Indústria e Comércio, Juliane Salvadori e a Secretária de Meio Ambiente de Bonito, Ana Cristina Trevelin, apresentaram durante do Seminário, todo trabalho realizado por Bonito, na certificação carbono neutro do Município de Bonito em 2022, a continuação do projeto para 2023 e 2024 e ainda os desafios da gestão municipal nas questões ambientais.

Na ocasião, o SENAC Bahia, representado pela Diretora Regional, Marina Alves, pela assessora de inovação, Monique Badaró e pelo gerente do Restaurante do SENAC Bahia Carlos Alberto Neves, apresentaram o Guia de Ação Climática para Destinos e Empresas de Turismo e todo o trabalho realizado no restaurante com relação a neutralização de carbono.

Ainda no seminário, a Estância Mimosa, o atrativo turístico de Bonito/MS, recebeu uma certificação inédita para o setor turístico mundial. Tornou-se o primeiro atrativo turístico do mundo a receber a Certificação Climate Positive, concedida pela Organização Internacional Green Initiative. A Certificação foi entregue pela Diretora da certificadora, Luciana Visnevski, ao Sr. Eduardo Coelho e a Sra. Simone Coelho, diretores do Grupo Rio da Prata, do qual a Estância Mimosa faz parte.

“Um evento dessa magnitude, com a participação da Organização Mundial do Turismo é histórico e reforça a seriedade deste trabalho, e ainda com a certificação do nosso primeiro atrativo turístico, Bonito sai na frente novamente”, enfatizou Juliane Salvadori, Secretária de Turismo, Indústria e Comércio.

Para obter essa a certificação, a Estância Mimosa iniciou em 2023 o Ciclo de Certificação da Green Iniative, seguindo a conformidade com os rigorosos critérios de sustentabilidade e responsabilidade ambiental estabelecidos pela organização.

A Certificação Climate Positive demonstra que a Estância Mimosa não apenas possui um balanço neutro entre suas emissões, capturas e compensações, mas também contribui ativamente para mitigação das mudanças climáticas por preservar e recuperar florestas nativas dentro dos limites do atrativo, que contabilizam mais de 84% da área total da propriedade. A preservação dessas florestas garante que o carbono presente em sua biomassa não seja liberado para a atmosfera por meio da exploração, além de permitir que mais carbono seja capturado pelas plantas ao longo da restauração da floresta.

Ao longo do projeto, foram quantificadas para o ano de 2022 todas as fontes de emissões de gases de efeito estufa do atrativo, classificadas em 4 categorias propostas pela metodologia ISO 14064, sendo elas: emissões e remoções diretas, emissões indiretas causadas por energia importada, emissões indiretas causadas pelo transporte e emissões indiretas causadas por produtos utilizados.

“O posicionamento de Bonito com essa certificação inédita e agora a conquista alcançada por um atrativo fortalecem o trabalho da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, que vem cada vez mais diversificando suas ações e está engajada na era da sustentabilidade como política de Estado”, disse o diretor-presidente Bruno Wendlling, presente ao seminário “Estas certificações são reflexo das ações desenvolvidas pelo destino, as quais refletem na política pública do Estado.”

Em dezembro de 2022 o Município de Bonito foi certificado como primeiro destino de ecoturismo do mundo em Carbono Neutro, concedida pela Nações Unidas para o Clima.

Fonte: PMB

Notícias Relacionadas

Bonito está sob alerta de chuvas intensas até às 18 horas de terça-feira

A Capital do Ecoturismo de Mato Grosso do Sul está sob alerta de chuvas intensas, entre 30 e 60...