Mais de 100 crianças participam de atividades de educação ambiental em Miranda

Últimas Notícias

Miranda está localizada num dos maiores santuários ecológicos do Planeta e nem sempre a preservação do Pantanal fez parte da educação das crianças locais. Para mudar esta realidade um grupo de instituições se uniu numa ação com o objetivo de iniciar um processo de chamada de atenção para a importância da educação ambiental no município – considerado um dos mais importantes da região pantaneira.

A ação, realizada nos dias 13 e 14 de outubro, reuniu mais de cem crianças, principalmente de escolas municipais de Miranda, em um ciclo de atividades sobre educação ambiental.

Palestras e atividades lúdicas foram desenvolvidas para ensinar as crianças sobre preservação ambiental. Participaram organizações como os projetos Arara Azul, Onçafari e Fundação Neotrópica do Brasil. FOTO: Ascom Prefeitura/Luciano Justiniano

No Parque de Exposições e Eventos 16 de Julho, com a coordenação do Projeto Florestinha, da Polícia Militar Ambiental (PMA), foram montados estandes de projetos ambientais com e realizadas palestras com atividades lúdicas que remetem à responsabilidade de cada morador local na preservação da fauna e da flora pantaneiras.

O grande chamariz da programação foi o Florestinha. O projeto da PMA trabalha com crianças e adolescentes de famílias de baixa-renda, oferecendo atividades de educação sócio-ambiental em nove municípios. O Florestinha está presente em Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas, Bataguassu, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Dourados, Coxim e Bonito.

A atividade em Miranda marcou a retomada das atividades de educação ambiental do Florestinha. FOTO; Ascom Prefeitura/Luciano Justiniano.

Nas atividades de Miranda vieram 16 alunos do projeto de Campo Grande. Segundo a coordenadora estadual do Florestinha, a sub-tenente Rosângela Faria de Souza, os próprios alunos desenvolvem atividades com as crianças convidadas, pois são treinados para isso. E, dessa forma, utilizam uma linguagem “de criança para criança”, otimizando o processo de aprendizado.

“Em Miranda vemos a necessidade de promover ações sociais e esta tem o diferencial de ser socioambiental”, destaca o tenente Antonio Rondon da Silva, comandante do 1º Pelotão de Polícia Militar Ambiental. FOTO: Ascom Prefeitura/Luciano Justiniano

“O projeto promove a conscientização das crianças para que elas sejam também multiplicadoras do conhecimento”, explica Rosângela.

Iniciativas como os projetos Onçafari, Arara Azul, a Fundação Neotrópica e a RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) Dona Aracy/Fazenda Caimam, montaram seus estandes no evento, que foi organizado pela Prefeitura de Miranda.

“Foi uma forma que encontramos para, de maneira diferente da habitual, realizarmos uma atividade para as crianças nesta Semana da Criança”, afirmou o prefeito Fábio Florença (PDT). FOTO: Ascom Prefeitura/Luciano Justiniano.

“Em Miranda vemos a necessidade de promover ações sociais e esta tem o diferencial de ser socioambiental”, destaca o tenente Antonio Rondon da Silva, comandante do 1º Pelotão de Polícia Militar Ambiental.

“Foi uma forma que encontramos para, de maneira diferente da habitual, realizarmos uma atividade para as crianças nesta Semana da Criança”, afirmou o prefeito Fábio Florença (PDT).

Notícias Relacionadas

Em Miranda, assentados recebem documento para regularização de lotes

Depois da realização de um mutirão para iniciar a regularização da posse de lotes dos assentamentos Tupã-Baê e Bandeirantes,...