Mae, sinônimo de carinho

Últimas Notícias

Por Tania Maria Pellin

Mãe, palavra tão pequenina, mas que tem um significado amplo e pleno. Um ser mágico que acolhe, cuida, dá carinho e acompanha o crescimento do seu filho, passo a passo, sentindo-se orgulhosa a cada conquista.

O sonho de ser mãe, começa muito cedo, com aquela primeira boneca, presentada por alguém, ou na falta da mesma, a macia e velha boneca de pano. Os cuidados dedicados ao brinquedo, refletiriam a aptidão a maternidade. Algumas não tinham jeito com a boneca, mas se tornaram excelentes mães, pois ao ver aquele pequenino ser frágil, sob seus cuidados, ela se supera. E seu subconsciente age de forma espontânea – ela se torna uma mãe.

Ser mãe, é um dom a nós mulheres, atribuído, que tem o poder de gerar e transformar vidas. De acolher e ensinar o caminho a ser percorrido por nossos filhos, sejam eles filhos naturais, ou filhos do coração, são amados igualmente. Para uma mãe não há diferenciação.

Mas de onde vem a procedência desta data tão importante, que traz a memória a lembrança de uma mãe. Muitas vezes presente, mas para muitos, já ausente. Neste dia, ela é sempre lembrada, pois tem um dia dedicado a ela.

Tudo começou na Grécia e Roma antiga, não podia ser diferente, o berço das civilizações, lugar onde o ser humano despertou para os sonhos, e dos sonhos para o mundo.

Nas Festas Primaveris, destes locais, a muitos anos, aconteciam os cultos de adoração às divindades que representavam as mães. Entre estas divindades destacamos a deusa Réia, mãe dos deuses. Eram festividades em agradecimento a deusa, sendo que as mesmas eram místicas, consideradas festas pagãs.

 

O dia das mães aqui no Brasil é comemorado no segundo domingo de maio, mas em alguns países, esta data não coincide com a nossa. No Brasil, a comemoração foi oficializada pelo então presidente Getúlio Vargas (1882-1954), e o Decreto de número 21.366 assinado em 5 de maio de 1932, o mesmo dizia: “O segundo domingo de maio é consagrado às mães, em comemoração aos sentimentos e virtudes que o amor materno concorre para despertar e desenvolver no coração humano, contribuindo para seu aperfeiçoamento no sentido da bondade e da solidariedade humana.”

Desde então a data é comemorada em todo país, de diversas maneiras e tem como intuito celebrar o amor e o carinho de todos às mães.

Maio, um mês cheio de comemorações, em que todas se voltam para o seio do lar, nosso porto seguro. O mês de maio tradicionalmente é chamado de o mês das noivas, mês da família, mês das mães, enfim é tempo de nos lembrarmos da família e da mulher. Cabe aqui ressaltar uma passagem bíblica: “Se o Senhor não edificar a família, em vão trabalham os que a edificam. ” Salmo 127.1 Que você, a sua maneira continue a espalhar carinho materno por onde estiver.

Parabéns a você mulher, que traz consigo este importante título de MÃE

Notícias Relacionadas

Fé, um impulso que nos leva além

Tania Maria Pellin De onde vem esta fé inabalável que muitos possuem? Esta certeza, que nos leva a ir além...