Já em funcionamento, Castramóvel de Jardim realiza média de 180 cirurgias por mês

Últimas Notícias

“Ele era da rua, meu filho achou ele em um dia de chuva. Agora é o meu neném, meu companheiro de todo dia, junto com o outro que ficou em casa, também resgatado. A castração é uma segurança a mais, porque eles ficam mais mansos e param de fugir para rua. Para mim é algo muito valioso”, conta Ermelinda Rios, tutora do gatinho Samuel.

O Samuel está entre os 30 felinos que foram castrados nesta sexta-feira (30) no lançamento oficial da Unidade de Castração Móvel – Castramóvel de Jardim. O evento contou com a presença do deputado Márcio Fernandes, que viabilizou, por meio de emenda, a aquisição do veículo.

Foto: Bonito Mais

“O programa de castração gratuita é destinado para pessoas que não tem condições de pagar, visto que uma cirurgia como esta custa em média R$ 400,00, com isso acaba que os animais vão procriando, a pessoa não consegue manter 15, 20, 30 animais dentro de casa e eles acabam na rua. Um animal na rua, abandonado, ele não tem vacina, ele não recebe controle sanitário, então ele vai adquirir uma doença – existe mais de mil que passam do animal para o ser humano – e aí o ser humano vai procurar o hospital para tratar. Então é um problema de saúde pública instalado, que se a gente não oferecer de graça essa castração, nunca vamos conseguir resolver”, detalhou o deputado, que também é médico veterinário.

O responsável técnico pelo Castramóvel de Jardim, veterinário Ronan Maciel, detalhou que, embora a unidade tenha sido lançada oficialmente hoje, os trabalhos foram iniciados em outubro. “Nós rodamos todos os bairros da cidade, primeiro fazendo um protocolo de cadastro dos animais, fazemos uma lista, respeitando a ordem de chegada, depois ligamos e agendamos os atendimentos e ficamos no bairro até terminar a demanda. São cerca de 180 atendimentos por mês, como foco nas fêmeas. Desde que começamos, já foram realizadas 760 cirurgias”.

Ele também explica que os felinos foram escolhidos para começar o programa devido ao alto índice de abandono. “Ninguém quer muito adotar um gato, então o foco são eles. Por isso também concentramos em castrar mais fêmeas, mesmo sendo mais difícil, porque uma gata da em torno de 5 crias, então cada uma castrada, pode significar 5 gatos a menos na rua”.

Foto: Bonito Mais

Para a secretária de Saúde do município, a castração é também uma questão de saúde pública. “Eu acredito que a castração é ainda uma das únicas formas de controle populacional desses bichinhos, para não termos mais tantos na rua. A gente sabe das doenças que esses animais sem cuidado podem causar a população”, reforça Janaína Willemann.

Ela também destacou a verba destinada pelo deputado para a construção de uma unidade do Centro de Zoonoses em Jardim. “Essa emenda de R$ 100 mil é o ponta pé inicial para construção do nosso CCZ, que está no plano de governo da prefeita e é um dos sonhos da população. Nós já temos um local e vamos começar a mexer com a implantação da unidade”.

Foto: Bonito Mais

Bonito – Conseguimos dar um suporte de documentação junto ao CRMV (Conselho Regional de Medina Veterinária), o suporte técnico que faltava e eu acredito que em 60 dias a gente inaugura o de Bonito.

Mais unidades – Ao todo, 22 municípios serão beneficiados com unidades do castramovel, além dos Consórcios que representam cada região, totalizando 69 municípios atendidos pelo programa.

Notícias Relacionadas

Penalidades médias e leves se tornam advertência para motoristas sem infração recente

Motoristas que não tiveram nenhuma infração nos últimos 12 meses e cometeram uma infração leve ou média não serão...