Ministro do Turismo atribui cancelamento do carnaval à justiça divina

Últimas Notícias

O Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, causou polêmica no Twitter neste sábado, 13. Machado Neto publicou uma foto em que atribui à justiça divina o cancelamento do carnaval 2021. “Dá pra entender quem manda? Ou tem que desenhar”, diz o ministro em seu post, usando para ilustrar uma foto do desfile da Gaviões da Fiel, escola de Samba de São Paulo.

O post, no entanto, erra ao indicar que a foto foi do carnaval de 2020, quando na realidade o desfile retratado na foto aconteceu em 2019. O enredo era “A saliva do santo e o veneno da serpente”, que contou a história e lendas do tabaco, uma reedição do samba da escola em  1994. A comissão de frente mostrava a lenda de Santo Antão sobre a origem do tabaco a partir da ilustração do confronto com o diabo.

Em outro tweet, o ministro do Turismo afirma: “não sou contra o carnaval, sou músico, sou contra tripudiar e blasfemar o nosso Pai!”.

Os internautas se manifestaram. “Ministro do Turismo fazendo propaganda conta a maior festa turística popular do mundo. O Brasil não precisa de inimigos. Eles nos governam”, diz a usuária Dani Jaming. O perfil que se identifica como da torcida do Corinthians, a Gaviões da Fiel, foi mais duro. “O Sambódromo vazio é sobre vacina, que algumas antes não entendem e o Carnaval nada tem a ver com isso. Não ‘viaje’ e pare de compartilhar Fake News. E não se esqueça: o bem sempre vence o mal”.

Por outro lado, usuários apoiaram o ministro. “E o pior ainda está por vir!!! Todos irão sofrer mais ainda. Deus está no comando sempre”, diz o perfil que se intitula Chico Oliveira. Já  usuária Maura Martins vocifera: “o pior é que paga os culpados e os inocentes, juntos! É por isso que detesto essa diabarada que desdenha de divindade! Essa demoniarada deveria pagar sozinha”.

E você, o que acha?

 

3 COMENTÁRIOS

Notícias Relacionadas

Percorrendo o Estado, Marcio Fernandes entrega R$ 280 mil em emendas para castração 

O deputado estadual Marcio Fernandes (MDB) está percorrendo o Estado cm projetos de castração para animais de rua e...